quinta-feira, 30 de maio de 2019

Albuns essenciais (Parte 1)

Escutar obra completa do pai, criador e principal referência para os guitarristas de jazz manouche Django Reinhardt é uma 'atividade óbvia". O legado do mestre cresce a cada dia com fantásticos músicos e essa primeira lista de essenciais é a prova disso, vale a pena cada nota!
Os álbuns não estão listados em ordem de preferência ou qualquer outro tipo de categoria. 





Todos trabalhos de Angelo são uma aula de técnica, time e frases 'nervosas' cheias de bom gosto, mas certamente esse álbum de estreia produzido por Jon Larsen e lançado pela Hot Club Records é um marco no estilo. Acompanhado de Serge Camps na guitarra rítmica e Frank Anastasio no contrabaixo é uma aula de jazz manouche.

Bireli Lagrene é uma dos maiores nomes do jazz manouche, em um dos concertos da turne de promoção do álbum Gipsy Project & Friends aconteceu o lendário concerto no Jazz a vienne na França onde Bireli reuniu um super time de gypsy jazz players como: Angelo Debarre, Tchavolo, Dorada e Samsom Schmitt, Richard Galliano, Sylvain Luc, Florin Niculescu, e outros, esse concerto registrado em video em 2002 é um dos marcos dos 'novos' tempos depois que o jazz manouche voltou a ser redescoberto na década de 80. 



Considerado pela crítica especializada como o maior guitarrista do mundo quando tinha pouco mais de 20 anos e ter surtado pelo uso de drogas fez de Jimmy Rosenberg uma lenda viva do jazz manoche, depois de mais de 10 anos fora do cenário em clínicas de reabilitação e reclusão, em 2019 Jimmy reapareceu e acendeu as esperanças de fãs. O álbum "Trio" de 2004 apresenta o fantástico guitarrista na sua melhor forma.


Moreno Winterstein acompanhou com Tchan Tchou Vidal por alguns anos, essa experiência com uma das principais referências do jazz manouche influenciou e formou seu estilo próprio de tocar. Super álbum.


Certamente uma das maiores revelações do jazz manouche dos tempos recentes, o jovem prodígio Antonie Boyer lançou em 2012 "Sita" que é seu terceiro álbum e lhe rendeu diversas premiações como "Revelation" da Jazzman Magazine "Revelation 2012 pela revista Guitarist Acoustic, bem merecido por este álbum gravado por um jovem com menos de vinte anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário